ESCRITOS DO GABRIEL

(Tentar que nossas palavras sejam, através de nós ou, quiçá, apesar de nós.
Meus textos, meus rascunhos com erros... )



"Então, um dia comecei a escrever, sem saber que estava me escravizando para o resto da vida a um senhor nobre, mas impiedoso. Quando Deus nos dá um dom, também dá um chicote – e esse chicote se destina exclusivamente à nossa autoflagelação."

Introdução do livro Música para Camaleões, de Truman Capote.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Poesia Urbana


O escritor riossulense Gabriel Gómez foi contemplado na segunda-feira (29), com menção honrosa por ser um dos ganhadores do Concurso Cultural Poesia Urbana, uma iniciativa do Centro Universitário de Brusque (Unifebe), que tem como objetivo promover a cultura catarinense entre a comunidade regional.
De acordo com os organizadores, o incentivo à cultura e à produção literária é um dos caminhos para a mudança social e transformação da comunidade. “Promover esse concurso é, para nós, uma oportunidade de levar arte e beleza a todos os públicos, encantando e instigando o interesse pela leitura”, explicam.
Para o escritor, ações como esta acabam difundindo a arte da poesia entre todos os segmentos da população. “Acho muito interessante que pessoas conheçam parte de meu trabalho através desse projeto, que valoriza o artista”, explica.
A Comissão de Avaliação dos trabalhos contou com oito integrantes, entre eles professores, jornalistas, escritores e mestres em literatura.
Seu objetivo foi selecionar poemas para serem divulgados nas janelas dos ônibus do transporte coletivo local. Com o apoio da empresa de transporte coletivo Santa Terezinha e da Secretaria de Educação de Brusque, os poemas ganhadores atingem o público das cidades de Brusque, Itajaí, Balneário Camboriú, Blumenau, Guabiruba, entre outras.

(A poesia tinha que ser inédita e de no máximo 50 palavras).

Esperando

Em cenários solitários a gente se abre,
muda, compreende-se mais,
um pouco mais.
Por isso deserto, estou aqui,
esperando, alheio, esperando.
Alcança já que esteja
vendo se chego.
Partido em dois,
entre meus braços,
entre teus braços,
esperando-me,
espero.


(texto do jornalista Rafael Beling)

5 comentários:

Regina Carvalho disse...

Prêmio merecido,Gabriel. bj

Cassandra disse...

E voce nem comentou nada!!! Parabéns meu querido!
É um belo poema.
Beijos.

Gabriel Gómez disse...

Obrigado Regininha, obrigado Cassandra...
Mesmo feliz intimamente, é difícil divulgar quando é você mesmo o personagem...
Beijos.

Marie Myriam disse...

Muitos parabéns Gabriel. O poema é lindo! Força para continuar.

Gabriel Gómez disse...

Obrigado Marie...
Força na palavra sempre!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails