ESCRITOS DO GABRIEL

(Tentar que nossas palavras sejam, através de nós ou, quiçá, apesar de nós.
Meus textos, meus rascunhos com erros... )



"Então, um dia comecei a escrever, sem saber que estava me escravizando para o resto da vida a um senhor nobre, mas impiedoso. Quando Deus nos dá um dom, também dá um chicote – e esse chicote se destina exclusivamente à nossa autoflagelação."

Introdução do livro Música para Camaleões, de Truman Capote.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Sobre a poesia



(de “Salvo el Crepúsculo” de Julio Cortazar)


Julio,
realmente não acreditas
que todo plano para alternar
poemas com prosa é suicida?
Que os poemas exigem
uma atitude, uma concentração
diferente?
Que o leitor será obrigado
a mudar de voltagem
a cada página (e assim
é como se queimam as lâmpadas)?
Pois é Julio,
fiz da tua prosa
minha poesia.
A fonte de luz é a mesma,
apenas ilumina desigual
as sombras.

7 comentários:

Cassandra disse...

Como não li "Salvo el Crepúsculo" andei pesquisando... fiquei curiosa com trechos como:

"La noche circular,
un río que en sí mismo desemboca.
Aquí los juegos,
simulacro y liturgia,
todo siendo y no siendo."

e ainda, diante da comparação a Jorge Luis Borges e Edgar Allan Poe, por ser considerado mestre do conto curto e da prosa poética.

Por outro lado, mesmo utilizando a prosa de Cortazar para fazer poesia, a criatividade e sensibilidade de Gómez se sobressai!

Beijo.
(a encomenda já foi entregue, rsrs)

Gabriel Gómez disse...

Acredito que o livro ainda não foi traduzido ao português... É uma espécie de coletânea de poesia, prosa e pequenos textos. O livro está velho, mas, como todo clássico, nunca se esgota... O primeiro texto do Cortazar (casa tomada) foi Borges que publicou... A política acabou separando sua literatura, mas ele sempre teve esse registro de agradecimento. Poe, segundo Borges (e muitos outros...) foi o pai do conto policial...
É muito bom recriar (até parece que podemos dialogar com antigos textos e autores), e aprender junto.
Beijo e obrigado!

Colecionadora de Silêncios disse...

Meu querido poeta, como sempre, vc arrasa!!! :)

Adoro sua forma de expressão e não esqueci não! Logo estarei colhendo alguns poemas aqui para lhe fazer uma homenagem lá no meu blogue... quero vc lá, com toda certeza, pq admiro demais a sua poesia. :)

Aproveito a visita para lhe desejar um Natal de muita paz e alegria junto aos seus!

Grande abraço!

Gabriel Gómez disse...

Muito obrigado Patrícia...
Tua grande homenagem é a visita a meus escritos...
Eu apareço também por lá para desejar-te um natal e 2011 de muita inspiração!

Anônimo disse...

Além de uma ótima poesia, uma aula de literatura.
Muito bom!

Regina Carvalho disse...

Julio iria gostar!
bj

Gabriel Gómez disse...

Recriar textos é uma pequena homenagem a quem ainda nos inspira... Obrigado regininha.
Beijo!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails