ESCRITOS DO GABRIEL

(Tentar que nossas palavras sejam, através de nós ou, quiçá, apesar de nós.
Meus textos, meus rascunhos com erros... )



"Então, um dia comecei a escrever, sem saber que estava me escravizando para o resto da vida a um senhor nobre, mas impiedoso. Quando Deus nos dá um dom, também dá um chicote – e esse chicote se destina exclusivamente à nossa autoflagelação."

Introdução do livro Música para Camaleões, de Truman Capote.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Honrar à vida

Na minha visita a Buenos Aires, assisti a um espetáculo que no final destacou a música de Eladia Blasquez, "Honrar la vida"... Ela já foi cantada por Mercedes Sosa e queria compartilhar sua letra, sua emoção e mensagem, na minha tradução... (No final, o vídeo de Mercedes Sosa, ao vivo).

Honrar à Vida
Eladia Blázquez

Não! Permanecer e transcorrer
não é perdurar, não é existir
nem honrar à vida!
Há tantas maneiras de não ser,
tanta coincidência sem saber
adormecida.
Merecer a vida não é calar nem consentir,
tantas injustiças repetidas...
É uma virtude, é dignidade!
E é a atitude de identidade mais definida!
Isso de durar e transcorrer
não nos dá direito de enaltecer.
Porque não é o mesmo que viver...
Honrar à vida!

Não! Permanecer e transcorrer
nem sempre quer sugerir,
honrar à vida!
Há tanta pequena vaidade,
em nossa tola humanidade
enceguecida.
Merecer a vida é erguer-se na vertical,
além do mal, das quedas ...
É como dar à verdade,
e a nossa própria liberdade
as boas-vindas! ...
Isso de durar e transcorrer
não nos dá direito de enaltecer.
Porque não é o mesmo que viver...
Honrar à vida!


3 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Lindíssimo! Tocante, digno e comovente!
Parabéns pela escolha, Gabriel!
Honremos à vida!

Abraços,
maria

Gabriel Gómez disse...

Que bom novamente por aqui, Maria...
Vamos honrar à vida e tudo o que ela nos da (e até tira...).
Abraço e obrigado.

Anônimo disse...

Linda música, com uma letra fantástica.
Parabéns pela escolha!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails