ESCRITOS DO GABRIEL

(Tentar que nossas palavras sejam, através de nós ou, quiçá, apesar de nós.
Meus textos, meus rascunhos com erros... )



"Então, um dia comecei a escrever, sem saber que estava me escravizando para o resto da vida a um senhor nobre, mas impiedoso. Quando Deus nos dá um dom, também dá um chicote – e esse chicote se destina exclusivamente à nossa autoflagelação."

Introdução do livro Música para Camaleões, de Truman Capote.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Dedos

Cansei de tocar
                          o tangível
                          e palpável
                          do real.

                                      d
                                      e
Nada merece tantos     d
                                      o
                                      s
como o gesto,
seda,
da caricia que apaga
o rasto
da queda da lágrima,
pela tristeza
de estar triste

apenas por estar.

9 comentários:

Camila F. disse...

muito bonito :)

Í.ta** disse...

e quem não cansa assim?

muito bom, gabriel!

abraços.

Anônimo disse...

Eba! O poeta voltou...!
Saudade de ler coisas belas feita poesia.
Adorei

Sandrio cândido. disse...

Aproxima se do concreto.

Gabriel Gómez disse...

Obrigado Camila... Bom te ver sempre por aqui!

Ítalo... Aquele Abraço.

Anônimo...O poeta vai e volta. Obrigado.

Sandro: obrigado pela visita... Vamos dizer que as mãos sejam "concretas" e o poema não.
Admiro muito os irmãos Campos, Arnaldo Antunes e vários que fazem mais com menos. Abraço e apareça sempre.

Fátima Venutti disse...

impactante a forma(ou forma) - ai como o acento faz falta!

Remeteu-me ao teu "silêncio" - não palpável, mas existente.
Faz bem pra alma ler, ver e sentir teus escritos.

Boa praia!

Gabriel Gómez disse...

Fátima: Obrigado pelo carinho, este sim palpável!
O lançamento da tua "Tempestade" gera força a nossa poesia.
Beijo.

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, Gabriel.

Maravilha de poema! Encantamento trist(e)lindo, do início ao fim!

Beijo, poeta querido. :)

Gabriel Gómez disse...

Obrigado Patrícia, também do início ao fim.
Beijos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails